Da série Meninas Chatas. Estudo bíblico do texto de Provérbios 14.16-26.

Dentro do nosso tema, o estudo:

O que as chatas são, que as boas saibam bem!

Objetivo do estudo do tema: analisar e aprender sobre contrastes que existem no texto e para onde cada lado conduz a vida que aprende e pratica e a que não.

Lido todo o texto orem por iluminação e entendimento.

Algumas explicações (aos pais) sobre o Livro de Provérbios:

1.Este livro, Provérbios, para que serve?

2. Em qual sessão está a passagem lida?

3. Como praticá-la?

1. Este Livro, Provérbios, pra que serve?

a) Orientar o povo de Deus na prática religiosa, que aplica a fé nas promessas de Deus e a obediência à Lei do Senhor a todas as esferas da vida.
b) Dar instrução suficiente e prática para tornar a mente capaz de saber o que dizer, calar, fazer, evitar, seguindo o que é certo na hora de tomar .decisões.
c) É treinamento para o filho da parte de seus pais (pai e mãe). A fé começa em casa.
d)Todos os princípios nele contidos servem para o povo de Deus, em Cristo, orientar seus filhos e filhas.
Estudiosos dividem o Livro em sessões para melhor entendimento. Assim, um esboço prático seria:
A. Primeira sessão do livro: Quanto a Lei do Senhor é central para uma vida de sabedoria (capítulos 1-4).

- Deus dá a Sabedoria e também distingue para si o sábio do tolo - Cap 1.

- Atributos e ações de Deus - cap 2.

- Humildade diante de Deus - cap 3.

- Amor pela Sabedoria revelada de Deus - cap 4.

Isso tudo deve ser permeado com uma vida de oração,adoração e santidade consciente diante de Deus ( ver, 3.9, 15.8,29; 21.3, etc).

A Segunda sessão do livro, a partir do capítulo 5.

Sabedoria para todos os tipos de relacionamentos e de atividades (também, oportunidades) entre homens, mulheres, crianças, jovens, explorando diversos temas.

Esta sessão será ampla, estendendo-se dessa forma [relacionamentos] até o capítulo 20.

B. Terceira sessão do livro: por volta do capítulo 21 e seguintes:

 Sabedoria para todos os tipos de atitude, ações, reações e comportamentos em posições de comando, emprego, no casamento, como Homem e como Mulher formados desde cedo com a sabedoria que vem de Deus (em contraste com a falta dela) explorando diversos temas no campo dos relacionamentos em fases da vida mais maduras - jovens que vão amadurecendo para a vida.

2. Em qual sessão está a passagem lida (Pv 14.16-26)?

Pais, sabendo das informações acima, agora orientando a sua filha, informe-a:

- A parte lida tem a ver com os relacionamentos.

- Os contrastes são para destacar bem!

- Não existe meio termo e nem mais ou menos na Bíblia.

- Conseguir ser obediente a Deus e fazer o que é certo dará muito trabalho, mas trará as boas consequências. Largar e seguir com a multidão, por sua vez, também trará consequências: terríveis (notadas nos contrastes).

3. Como praticar o texto?

V.16 - Cautela é uma palavra linda para segurança: É perceber antes e logo: isso não terminará bem! Isso complica! É melhor eu me desviar logo disso!

O TEMOR DO SENHOR (1.7) me levará a desviar do mal. Porque eu o amo e sei o que ele diz e espera de mim, pois abasteceu a minha vida com a sabedoria que vem da sua parte. Isso é evitar cuidadosamente o pecado.

Como pratico isso? Percebendo logo como as pessoas prepotentes ('seguras de si em seus erros) ficam logo furiosas se as coisas não forem do jeito que elas querem e até, do jeito como elas são. Então, eu não preciso ir com elas, ser como elas são e nem praticar as coisas que eu já vi, aprendi e sei que NÃO SÃO certas. Por exemplo: o modo como elas tratam os outros.

v. 17. Pessoas irritadas e irritantes, imediatamente falam com grosserias e até gritarias. Não pensam no que dizem e não estão nem aí. Ora, isso gera um sentimento nos outros que pode ser: ódio. Gente que é odiada sempre perde! Lá adiante, de um modo ou de outro, sempre perde.

( No metrô de Londres um homem esbarrou no outro e ainda o xingou; foi extremamente grosso. Aquele homem estava indo para uma entrevista de emprego. Depois de esperar horas para ser atendido para uma entrevista... quando entrou na sala, quem era o entrevistador? Exatamente aquela pessoa com a qual ele foi extremamente grosseiro...)

* Pessoa de maus desígnios = Que faz planos maus.

V.18 - simples aqui não é virtude. É sinônimo de pessoa tola na sua essência -de quem não quer aprender o certo; que não se abastece da sabedoria de Deus e até a despreza. Assim, estes só aprendem rápido: malandragem, engano, mentiras, lábia... enfim: são até espertos! Porém, quando descobertos, são envergonhados. Dizer o quê? Estultícia é igual a malandragem (e ninguém gosta de malandros). Já o que é prudente (faz as coisas do modo certo e é correto) esses prudentes vão adquirindo conhecimentos maravilhosos para a vida!

v.19 - Esta passagem, no final das contas diz: os que procuraram levar uma vida fácil e de modo errado, mais adiante verão que só os que agiram corretamente é que serão honrados.  E estas pessoas [erradas] mais cedo ou mais tarde terão que confirmar, ainda que detestarão ter que fazer isso, mas não poderão deixar de reconhecer a verdade: fulano/fulana [você] é uma pessoa boa e eu não tenho o que dizer [contra] dela. Os que agiram perversamente correm o risco de terem que vir à casa de uma pessoa justa para pedir ajuda, conselhos ou socorro em tempos e condições terríveis.

v.20 - Estaria este texto valorizando a ganância; a ostentação? É claro que não! pobre aqui deveria ser lido mais como preguiçoso. A palavra ´pobre' está no texto para destacar que a pessoa ficou assim e passou a conviver com necessidades até as básicas, porque descuidou nisso. É pobreza consequente, ou seja: da atitude errada para com a dedicação e o empenho hoje colhe as consequências da sua inconsequência. Já rico, aqui, é sinônimo de uma pessoa bem sucedida, alguém que progrediu na vida e hoje tem bens adquiridos de modos certos e justos, resultado do bom aproveitamento da sabedoria que o orientou a estudar certo e a trabalhar devidamente. Os 'amigos' aqui, são os que querem estar ao seu lado, conversar sobre coisas proveitosas para suas vidas a partir do que você aprendeu e como você vive e eles se sentem atraídos por sua sabedoria, pois veem em você os bons resultados das sábias direções e decisões tomadas. Uma delas: não deixou para 'pensar nisso depois' (adiando e adiando) mas pensou e agiu nos momentos certos!

v.21 - Bem ligado ao sentido do versículo 20. Se você tem recursos e a pessoa próxima a você - o seu vizinho, portanto - está passando necessidade e você pode ajudar e não ajuda, você peca. Peca porque a atitude para com os recursos não deve ser a de mesquinharia e avidez, mas de solidariedade santa. A Sabedoria de Deus orientará como e de que modo você poderá auxiliar o seu próximo que sofre, de maneira que seja atendido (ele) e que não lhe seja pesado (você). Compadecer, no sentido de alguém que age com graça praticando um favor imerecido ao necessitado e o fará de modo feliz, por ter reconhecimento com gratidão dos grandes benefícios que tem recebido de Deus

Favor imerecido, aqui: por exemplo: você não conhece as crianças de uma creche. Elas e nem os seus pais fizeram algo para você que merece o seu apoio. Mesmo assim, sabendo que há grandes necessidades nesta creche você vai lá e ajuda suprindo as carências.

É bom e agradável a Deus ajudar viúvas e órfãos. Ore desde já a Deus para ser bondosa-graciosa com quem você não conhece, mas essas pessoas estão precisando. Quem bom poder ajudar financeiramente orfanatos e asilos de idosos. Comece a orar por isso e a agir quando for o tempo.

v.22 - Um versículo muito bom contra a falsidade, este! Na sua primeira parte: Quem deseja o mau e até arma para que pessoas boas e honestas sejam prejudicadas, erram. E nunca terão paz, de fato, na vida, quem agir com falsidade. A segunda parte do versículo é exatamente o contraste disso: lealdade! Planeje ajudar sempre as pessoas. Você verá como lhe amarão; como você será uma pessoa querida por quem vir os frutos na sua vida e comportamento. Todos lhe quererão bem, pois pessoas leias são mesmo, pessoas legais! Seja leal, sempre!

v.23 - Este versículo diz: pare de enrolar e vá fazer a coisa certa! Na primeira parte: Tem matérias na escola, tem trabalhos em casa, que a gente tá não gosta, acha difícil, cansativo. Mas o segredo está em trabalhar por isso: aprender a fazer na hora certa e sempre. Até nas coisas que você achar que dá um trabalhão entender, fazer, você tirará bons proveitos disso quando menos esperar. Já ficar enrolando...(a segunda parte do versículo) leva à penúria, ou seja: algum tipo de prejuízo sério você terá por ter deixado de aprender e de fazer (o que deveria ter aprendido e feito). Lembre-se: se você desistir de alguma coisa 'só porque está cansada, enjoada'.... você terá que fazer a mesma coisa com muito mais peso um dia. Não fique arrumando e nem inventando desculpas para não fazer ("meras palavras").

V.24 - Mais uma vez a riqueza aqui será 'a boa consequência'. Tem gente que logo cedo trabalhou duro na vida, poupou cada centavo, procurou aprender mais para melhorar na carreira ou nos negócios e a recompensa, ainda que demorada, veio.

Da mesma forma que uma coroa é notada em uma cabeça, os resultados que você obtiver por ter perseverado, também serão vistos. Já a enrolação, não passa disso: enrolação; conversa de pessoa malandra (estulto); de pessoa preguiçosa, no final das contas.

v.25 - Uma palavra muito séria contra a mentira! Nunca aja de maneira covarde, mentirosa (aqui ainda está valendo o princípio contra a falsidade). Nunca diga de ninguém ou contra ninguém o que você não sabe e nem pode provar, pois quando descobrirem o que as pessoas com quem você estava, fizeram, você também será vista como mentirosa! E mais cuidado ainda: falar mal dos outros. Isso vicia! E compromete.

O que termina saindo da boca de quem passar a agir assim é o engano. E o pai do engano [e da mentira] é o diabo. Não aja nunca como se fosse uma filha dele - do diabo!

v.26 - Que benefício maravilhoso este: poder ter um tempo de aprendizado com os nossos pais ! Pare um pouquinho e pense: do que você está aprendendo hoje para praticar na sua vida - o que é certo - no tempo quando você for mãe os seus filhos já nascerão com grandes privilégios e vantagens: poderem ter uma mãe que aprendeu cedo e certo na vida e agora tem o que lhes ensinar para a própria vida!

Façam vocês um caderninho de oração e dividam cada versículo desses com um motivo de oração a Deus para cada dia da semana,

Curso Anterior# 02. Treinando a sua filha para que veja e pense o seu tempo à luz das Escrituras.
Próximo CursoBauru-SP Informações e perguntas básicas.