Minha conversa com os pais da Chapeuzinho Vermelho...


Sim, você conhece a história da Chapeuzinho Vermelho há muito tempo.

Praticamente desde quando você era careca e banguela.
Trata-se da história da menina que foi levar doces para a vovozinha, indo longe caminhando por um caminho deserto e um lobo mal que morava ali por perto.

Lembra da musiquinha?
Claro: ela voltou agorinha mesmo na sua memória:

“Pela estrada a fora eu vou bem sozinha
Levar esses doces para a vovozinha
Ela mora longe e o caminho é deserto
E um lobo mal passeia ali por perto”
Mas que musiquinha atual, esta!
E que realidade cruel, conta.

Sim, você também já ouviu nos rádios e leu nos jornais - viu na TV... muitas histórias idênticas à de Chapeuzinho Vermelho, quando meninas-moças foram atacadas por lobos vorazes, sejam eles marginais, galanteadores, que se passam por amiguinhos e lançam ideias terríveis e desencaminhadoras... e de repente, Chapeuzinhos Vermelhos tropeçam feio pelo caminho e quebram a cara.
Tem lobos pelo caminho. E bem à beira das estradas.

Tem os que facilitam acesso a drogas e levam moças para o vício; tem daqueles lisonjeadores com suas falsidades tantas... e sempre tem uma Chapeuzinho Vermelho que cai em suas lábias.
Tem as Chapeuzinhos que atravessam florestas imensas e sentem as garras desses lobos muito maus.

Diariamente - em alguma parte desse Brasil, tem uma Chapeuzinho atacada em uma selva de pedras.
...E aí ela vira notícia, pessoas vão lá e soltam pombas e balões brancos para o céu, porém, o sangue vermelho da cor do Chapeuzinho, foi derramado e não tem mais volta
Quando comecei a me “entender por gente” uma vez perguntei à pessoa que a contava pela trigésima vez (creio que mais para passar o tempo de aula)... “Professora, onde está o pai da Chapeuzinho vermelho”?
Ela não soube me responder...
Até hoje eu tenho tantos por ques sobre essa história...

Por que uma mãe manda uma menina pequena, levar os doces?
Por que não vai ela mesma visitar sua mãe e aproveita para colocar a conversa em dia; ajuda a arrumar sua casa, dá um tratamento de beleza, daqueles bem legais na mãe?... Por que não?
Por que manda uma menina sozinha para uma região longe? E caminho deserto?
E sabe do Lobo?..

...E o pai na história, que nunca aparece?
Ah, mas o Lobo sempre aparece!
Pai de Chapeuzinho... e nem importa a cor do mesmo hoje, pois sua menina pequena; sua pré-adolescente, um dia já usou um chapéu na cabeça, que ficou uma graça, não foi mesmo?
Onde está você na história da sua filha?
...Ah, pastor, eu não tenho tempo de aparecer na história, porque ando trabalhando demais...
...Ah, pastor, eu já pago caro uma escola para que Chapeuzinho estude lá e por lá receba tudo que precisa...

...Ah, pastor, sabe o que é que é? Eu até estava em casa e ouvi Marieta (?) mandar Chapeuzinho até à casa da sogrona... até pensei em reagir... até me levantei do sofá, mas aí o meu time puxou um contra-ataque que parecia que ia dar em gol...
Na história, a mãe envia a filha para a floresta, o pai não aparece, a avó mora sozinha e isolada... e o lobo sempre está por perto: conversa, engana, ataca.
Nas histórias de muitas chapeuzinhos que morrem pelas florestas, o lobo esgana, também.
E quando os caçadores de lobo chegam... na ficção eles salvam.

Na realidade de tantas delas, eles ficam dando as coordenadas para o motorista do carro do IML estacionar.
Não há mais o que fazer.
Não para aquela chapeuzinho, estendida no chão.
Por favor, pais de Chapeuzinhos Vermelhos em profusão neste Brasil... apareçam na história!!!
Defendam suas meninas!
Advirtam contra o lobo!

...Tem alguns namorados que você já viu, homem da casa, que não passam de lobos!
Não! Não deixem elas irem por aí, pelas florestas e seus caminhos desertos!
Chega!
Chega de mães que de fato, não acompanham suas filhas (no crescimento e nas orientações devidas, de mãe para filha, de amiga para amiga! – E a mãe deve ser a melhor amiga da filha!)
Chega!
Chega de pais e de mães que dão crias a lobos, pois de fato não criam os seus meninos para serem homens de verdade, só cínicos mimados e arruaceiros, no final. São loucos lobos jovens com garras afiadas e levam seu sobrenome, pai e mãe que não ensinam meninos a serem homens de verdade.
Chega!

Chega de pastores que não expõem as Escrituras Sagradas e informam aos pais como criarem seus filhos no temor e na disciplina do Senhor, para o bem deles.
Chega!
Chega de “liderança de igreja” que finge liderar. Mas que enrola e mais enrolões de posições são, do que líderes verdadeiramente na casa de Deus. E de fato!
Chega!
Chega de não ler, de não estudar, de não pesquisar na Palavra para os seus dias maus e orientar logo cedo os seus filhos.
Chega!
Chega de mandar os seus filhos para a floresta totalmente despreparados... não sabem de nada para a vida. Enrolaram a vida inteira, cantaram, pularam, rodopiaram, mas não instruíram com a Sabedoria do Alto, a única que preserva logo cedo vidas dos assédios dos lobos!
Chega!
Chega de maus professores de EBD, que não dão a mínima para os alunos, para o ensino e para o que está escrito em Romanos 12.7.
Chega!
Chega dessa maldita história das Chapeuzinhos Vermelhos largadas em muitos lares, hoje, sofrendo dores do abandono e sendo mandadas aos lobos, sim, porque o que a mãe dessa menina fez não foi mandar doces para a vovozinha. Foi mandar a menina para o perigo!
Mais perigo há fora de casa do que se imagina, pai e mãe de Chapeuzinho-menina-de-vocês. Porém, quando o perigo começa dentro de casa... ai da Chapeuzinho de vocês!
Com o desleixo e a “criação de filhos e filhas” que já foi largada faz tempo (a criação), há perigo em casa! E muito.

Chega de mais uma Chapeuzinho vermelho andando por aí, sozinha e despreparada.
E cada vez mais jovens; meninas de tudo ainda, estão sob riscos!

Chega!
...Pois pode ser que a sua Chapeuzinho não chegue em casa, hoje.
Curso AnteriorArgumentações sobre brincar ou não brincar de Halloween. Crianças precisam saber e definir-se logo cedo.
Próximo CursoEnsinem doutrina e não somente histórias aos seus alunos